O que é inadimplência e como isso pode afetar o seu negócio?

Existe uma figura que assombra os sonhos dos empreendedores do mundo todo. Mais temido que Freddy Krueger, o cliente inadimplente é um pesadelo recorrente que todos querem fugir. Mas o que é inadimplência e como evitar que isso atrapalhe o seu negócio? 

Em linhas gerais, a inadimplência se refere ao descumprimento de uma obrigação previamente acordada, normalmente ligada à falta de pagamento de uma dívida. E aí, precisamos ser honestos, esse descumprimento não aperta apenas o calo do cliente. 

Segundo levantamento feito pela Serasa Experian, a inadimplência das empresas bateu recorde no começo deste ano, atingindo 6,2 milhões de negócios. Curiosamente, esse número caiu durante a pandemia.

Especialistas acreditam que isso se deve a uma junção de três fatores: maior abertura de crédito no mercado, gerado pelas medidas emergenciais do governo, inclusão automática no cadastro positivo (que facilita o acesso ao crédito disponível) e a circulação do dinheiro do auxílio emergencial.

Embora as perspectivas sejam otimistas, é sempre bom estar um passo à frente quando se trata de cuidar da saúde do seu negócio. 

Por isso, continue lendo esse post e preste bem atenção nas nossas dicas para evitar a inadimplência. 

Como a inadimplência pode afetar o seu negócio? 

Em meio a tantas incertezas, o melhor a se fazer é tentar manter o mínimo de segurança financeira. Imagino que você deve estar aí se perguntando “como fazer isso”, certo? Como sempre falamos por aqui “não existe fórmula mágica”, mas tenha em mente 3 grandes questões importantes para orientar o seu negócio. 

  1. Esteja preparado para lidar com inadimplentes
    É importante considerar os efeitos dramáticos da inadimplência no fluxo do seu
     caixa. Todo negócio está sujeito a ter que lidar com o não recebimento de parte de suas vendas. A questão é o quanto você está preparado para encarar os impactos dessa dívida. Se você tem um bom controle financeiro, pode até se antecipar e reservar uma parte do capital de giro para cobrir eventuais dívidas. Se não fizer isso, pode ser que esteja contando com um dinheiro que não vai entrar no seu caixa para cobrir algumas despesas e acabar criando uma bola de neve de dívidas no seu negócio.
  2. Você sabe qual é o percentual de inadimplência do seu negócio?
    A boa notícia é: você sabia que dá pra calcular o grau de inadimplência da sua empresa? Para calcular o índice percentual de inadimplência do seu negócio, basta somar os valores referentes aos últimos seis meses de todas as vendas realizadas e não cobradas e dividir o resultado pelo total das vendas realizadas (recebidas ou não) do mesmo período de tempo. Feito isso, é só multiplicar por cem e você chegará ao seu percentual de inadimplência. Com este documento da Sebrae dá pra entender direitinho como esse cálculo é feito.
  3. Crédito com moderação 
    Se lidar com o seu dinheiro já é complicado, imagine ter que cuidar de um dinheiro que você precisa devolver? Antes de abrir uma linha de crédito faça uma previsão do fluxo de caixa, tendo em vista sempre os prazos médios de recebimentos e pagamentos. Revise os canais de crédito concedidos, assim como prazos, juros e condições de pagamento. Negocie o pagamento sempre que precisar, mas jamais ignore uma dívida. 

LEIA TAMBÉM:
Como empreender: 5 lições sobre negócios pra levar para 2021
Gestão de pessoas: por que é importante contratar as pessoas certas para o seu negócio?
Microcrédito: como e quando usar

Saiba como evitar a inadimplência

Outra coisa que nós sempre falamos por aqui é que o cliente é rei, por isso você precisa cuidar dele mesmo nas situações mais adversas. Antes de chegar ao ponto delicado de ter que cobrar alguém, tenha em mente alguns cuidados que já podem cortar o mal pela raíz. 

  • Faça um cadastro do cliente com seus dados atualizados. 
  • Ofereça diversas formas de pagamento.
  • Consulte órgãos de proteção ao crédito.
  • Sempre que possível, peça referências comerciais.
  • Não deixe de cobrar, mas o faça com jeitinho e assertivamente. 
  • Tenha uma agenda de cobrança, pois o cliente pode estar inadimplente porque esqueceu do compromisso.

Manter a saúde financeira em dia é fundamental para o crescimento de qualquer empresa. A Getnet sabe muito bem disso, por isso oferece diversas soluções para otimizar as transações financeiras e a gestão do seu negócio.

Já conhece os nossos produtos? Você pode contratar os nossos  serviços pelo site ou pela nossa Central de Relacionamento (4002 4000 e 4003 4000- regiões metropolitanas ou 0800 648 8000- demais localidades).

Artigos relacionados

Pix no e-commerce: mais agilidade para os seus pagamentos

Em um mundo em constante evolução, no qual as pessoas já estão acostumadas com a velocidade proporcionada pelas novas tecnologias, faz sentido...

Manual de Sobrevivência do pequeno negócio: loja de roupas e acessórios

A crise desencadeada pela pandemia da covid-19 virou o comércio tradicional de ponta-cabeça. As medidas de isolamento social impostas para frear a...

Como vender mais usando o chat online?

Você já parou para pensar que pode vender mais e aumentar o faturamento da sua empresa usando o chat online? Segundo relatório...

Imposto de renda MEI: saiba como declarar

Chegou o momento de prestar contas com o Fisco 2020 e muitas dúvidas podem surgir com relação à declaração do Microempreendedor Individual....

Pix na maquininha de cartão: Como habilitar

Nas últimas semanas, todo mundo deve ter ouvido falar do Pix, que é uma nova forma de pagar e receber sem usar...

Link de pagamento: entenda como funciona essa nova forma de cobrar

Já imaginou uma solução para vendas digitais tão simples quanto compartilhar um meme ou uma notícia interessante? Pois é assim que funciona...

Artigos recentes

Saiba como fazer a gestão de fluxo de caixa da sua empresa

Sabemos que ter o controle da sua empresa é uma tarefa importante e um grande desafio para quem cuida das finanças do...

4 livros sobre empreendedorismo que você deve ter na cabeceira da sua cama

No universo do empreendedorismo conhecimento vale ouro. Pode até ser que algumas pessoas já venham com algumas habilidades "originais de fábrica", mas...

Saiba como apoiar o pequeno empreendedor no Dia das Mães

Não tem como negar, o Dia das Mães é uma data que causa um verdadeiro alvoroço no consumo varejista. No ano passado,...

Imposto de renda MEI: 4 erros que você não pode cometer

Se você acompanha o nosso blog, já deve saber que fizemos um artigo bem completo sobre Declaração de Imposto de Renda MEI....