Quando é o momento de recorrer ao crédito?

Segurar as pontas da empresa em meio a uma crise de proporção global não é uma tarefa fácil. Para manter as portas abertas, muita gente tem se perguntado se é o momento de recorrer ao crédito. Será que vale a pena? 

Pesquisa do IBGE sobre o impacto da crise do novo coronavírus aponta que mais de 700 mil empresas que fecharam as portas não vão reabrir após o fim da pandemia.  

A gravidade da situação requer medidas muito bem planejadas, portanto respire fundo antes de tomar qualquer decisão. Se você chegar à conclusão de que realmente precisa de uma injeção de dinheiro no seu negócio, saiba quais são os próximos passos.

Você também pode se interessar: Precisa de um empurrão? Saiba como conseguir empréstimo para MEI

Prepare o território para recorrer ao crédito

Antes de qualquer coisa é preciso entender a diferença entre empréstimo e crédito. 

O empréstimo costuma ser uma quantia maior de dinheiro e o valor é usado para compra de um bem ou serviço já especificado na solicitação ao banco. Já o crédito é um valor menor que pode ser usado da forma que você achar melhor. 

Portanto, se a intenção é melhorar a saúde financeira do seu negócio, a melhor opção é o crédito.

Agora, é hora de ir para as questões práticas. Tenha em mente 2 pontos importantes:

  • Qual é o propósito do dinheiro que vai receber?
  • Como você vai se organizar para pagar?

Organize as finanças

Você sabia que, de acordo com o levantamento do Sebrae, 46% dos pequenos negócios brasileiros recorreram ao financiamento bancário durante a pandemia de Covid-19, porém apenas 18% das empresas conseguiram crédito.

Muitas vezes isso acontece porque os pequenos empreendedores não têm as finanças muito bem organizadas e acabam representando um risco para as instituições financeiras.

Como você faz a gestão da sua empresa? Você tem total controle sobre os seus gastos, lucros, capital de giro e fluxo de caixa? Se esse controle ainda não faz parte da sua rotina, chegou a hora de virar o jogo.

Fizemos aqui um manual completo de Gestão financeira: desafios para os pequenos e médios empreendedores.

Além de solicitar o crédito, lembre-se de negociar as dívidas com os seus fornecedores. Uma boa negociação vai te ajudar a conseguir prazos maiores de pagamento, juros menores e ofertas melhores.

Também preparamos um artigo completinho sobre o tema aqui: O poder da negociação: saber dialogar com fornecedores pode salvar seu negócio

Lembre-se que você sempre pode contar com a Getnet para te acompanhar nessa jornada.  Você pode contratar as nossas soluções de pagamento pelo site, por meio das agências Santander ou pela nossa Central de Relacionamento (4002 4000 e 4003 4000- regiões metropolitanas ou 0800 648 8000- demais localidades). 

Artigos relacionados

Artigos recentes